Muita gente, principalmente da imprensa, finge não entender o que Bolsonaro quis dizer ao repetir a caracterização do ministro da Defesa de incidente lamentável para o episódio que matou o músico em Deodoro. Mas certamente o Exército entendeu. E isso não significa acobertamento.

Eu pensava que a prioridade máxima dos liberais era a Reforma da Previdência. E se for ao evitar uma nova greve dos caminhoneiros Bolsonaro está priorizando a Reforma. Quem sabe ele não privatiza também a Petrobras e quebra esse monopólio.

Como ninguém pode investigar o STF e o Tribunal está investigando “fake news” contra os “Supremos” poderia chegar-se a conclusão que a reportagem da Crusoé é fake. Mas talvez o STF prefira tentar esperar que o caso do #AmigoDoAmigo saia das manchetes.