The Interventionists – The Temptation for the Men of Green.

 

On the eve of the former president Dilma Rousseff’s impeachment she and several of her supporters were tempted to resort to the Army to stage a coup, under the disguised name of State of Defense.

Therefore, the leftists, who had as one of their catchphrases the
denunciation of the 60-70’s military regime, when posed in a desperate
situation would act just at the same way of those who they spent about
fifty years calling coup-lovers.

And the Left makes it clearer it has no shame to foul the democratic game as can be proven by its support to Maduro in Venezuela. Indeed, there are no more people on the Left courting the Military only because the leftists doubt they make up a majority in the barracks.

Nonetheless, it is in the Right that the Military have their biggest fans, which is a nostalgia of a leftist president’s overthrow in 1964 that turned into over twenty years under a military regime that is missed by many now.

Furthermore, due to the inevitable wear and tear of almost thirty years of left-wing governments grandparents are managing to convince their
grandsons that life was much better at those times.

 

Os intervencionistas – A tentação pelos homens de verde.

Na véspera do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff ela e vários de seus partidários foram tentados a recorrer ao exército para dar um golpe, sob o nome disfarçado de Estado de Defesa.

Portanto, os esquerdistas, que tinham como um dos seus bordões a denúncia do regime militar dos anos 60-70, quando postos em uma situação desesperadora iriam agir exatamente da mesma maneira daqueles que eles passaram cerca de cinquenta anos chamando de golpistas.

E a esquerda torna mais claro que ela não tem vergonha para burlar o jogo democrático como pode ser provado por seu apoio a Maduro na Venezuela. De fato, não existem mais pessoas na esquerda cortejando os militares apenas porque os esquerdistas duvidam que eles constituem uma maioria nos quartéis.

Todavia, é na direita que os militares têm seus maiores fãs, que é uma nostalgia da derrubada de um presidente de esquerda em 1964 que virou mais de vinte anos sob um regime militar que é lembrado de uma forma saudosista por muitos agora.

Além do mais, devido ao inevitável desgaste de quase trinta anos de governos de esquerda avós estão conseguindo convencer seus netos que a vida era muito melhor naqueles tempos.

 

Visits: 55

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *